Como está o sistema de saúde na Holanda?

13/11/2019

Pensando em morar e trabalhar na Holanda? Nesse caso, deves estar informado das semelhanças e diferenças entre os dois países e, sem dúvida, o sistema de saúde holandês é uma das grandes discrepâncias com o Serviço Nacional de Saúde (SNS) de Portugal. 

O sistema de saúde na Holanda tem os seus prós e contras e o que mais surpreende àqueles que estão acostumados à saúde pública e gratuita é o fato de ter que pagar um seguro de saúde obrigatório. No entanto, a saúde holandesa está entre as três primeiras dos melhores sistemas do mundo. Vamos ver o porquê.  

Holanda entre os três melhores sistemas de saúde do mundo. 

De acordo com o relatório de 2018 preparado pelo Euro Health Consumer Index, e que pode ser consultado através do sítio web healthpowerhouse.com, a saúde holandesa está classificada como número 2 da União Europeia, numa classificação de 35 países, e é o único país entre os três primeiros desta classificação durante três anos consecutivos. 

Este estudo mede a satisfação dos consumidores com diferentes variáveis do sistema, como informações, listas de espera, resultados médicos, cobertura de serviços ou produtos farmacêuticos. 

O sistema de saúde holandês pertence ao modelo conhecido como Bismarck, financiado através de “taxas obrigatórias” pagas por empresas e trabalhadores. Uma das grandes vantagens é a escolha do médico ou hospital, tanto na atenção primária quanto na assistência ambulatória. É muito importante que, assim que o seguro médico esteja em andamento, se procure um médico de família, pois ele será o encarregado de encaminhar para o especialista, se fosse necessário.   

Como funciona o sistema de saúde na Holanda? 

Ao chegar na Holanda, tens um período de três meses para gerir o seguro médico. A saúde pública é reservada apenas para os desempregados. Isso significa que, quando chegas na viver e trabalhar na Holanda e comeces a trabalhar, é obrigatório contratar um seguro. É importante observar que, quando contrates um seguro de saúde, pagarás retroativamente desde que te registes como residente na câmara municipal e trabalhador na Holanda

Até o momento em que te registes e comeces a trabalhar, podes visitar o médico com o cartão europeu de saúde, e é válido por um ano, desde que não sejas residente ou trabalhador no país. 

A maioria das empresas holandesas tem acordos com seguradoras para obter descontos coletivos, portanto, uma cota mais benéfica para os seus trabalhadores, pode ser que a própria empresa ofereça serviços de saúde privados. 

Depois de ter o teu cartão de seguro de saúde, deves-te registar com o médico de família,(huisarts). O médico de família é essencial no sistema de saúde holandês, é ele quem marcará uma consulta com o especialista, se fosse necessário. Se vais num especialista por conta própria, o seguro médico não cobrirá e terás que pagar. 

 Preço da saúde na Holanda. 

O preço depende do tipo de seguro escolhido. Existem várias companhias de seguros holandesas, mas o preço do seguro básico geralmente é de cerca de  100€ por mês para cada adulto, as crianças ficam cobertas pelo seguro dos pais. A partir desse preço, as companhias de seguros geralmente adicionam coberturas extras, com o aumento de preço correspondente. 

O seguro médico obrigatório na Holanda inclui: 

  • Assistência médica, incluindo serviços de clínicos gerais, hospitais, especialistas e obstetras. 
  • Hospitalização 
  • Serviços de Enfermagem Comunitária 
  • Cuidados de saúde mental, incluindo tratamentos de psicólogos e psiquiatras 
  • Fisioterapia até 18 anos 
  • Assistência odontológica até 18 anos 
  • Vários equipamentos médicos 
  • Vários medicamentos prescritos 
  • Pré-natal 
  • Transporte de pacientes (por exemplo, ambulância) 
  • Cuidados paramédicos 
  • Até três consultas com nutricionista 
  • Até três tratamentos de fertilização in vitro 
  • Programas de cessação do tabagismo 
  • Terapia da fala 

Deve-se ter em mente que, além do seguro básico o qual é pago anualmente, o governo estabelece um pagamento de um valor fixo e único por ano, que serve para fazer as primeiras visitas ao médico. Depois de ter excedido essa taxa, as próximas consultas médicas não custarão nada. O valor é de cerca de 385€.  

Para ser mais explícito, se pagas 385 € e cada visita ao médico for 150 €, em três visitas já terás esse valor amortizado e não serás cobrado nada a mais pelo resto das consultas. 

O governo holandês compensa aqueles que não podem pagar o seguro de saúde com um subsídio de assistência médica (zorgtoeslag). 

 A Administração Tributária (belastingdienst) determina se podes receber o subsídio analisando a tua renda. Também existem auxílios baseados na tua renda e encargos familiares, até 70% das famílias no país recebem algum tipo de subsídio público para ajudar a pagar o seguro, de acordo com dados obtidos em libremercado.com 

Para ajudar o trabalhador a não ter “surpresas desagradáveis” com custos não planificados quando estiver na Holanda, Temporales Jobs age de maneira transparente, informando em todas as descrições das suas ofertas de emprego na Holanda o custo do seguro médico obrigatório. 

Se desejas continuar tendo informações sobre a Holanda, os seus costumes e peculiaridades, inscreva-se na nossa Newsletter. 

Posts relacionados

Trabalha na Holanda? Como levar a tua família para Holanda?

Trabalha na Holanda? Como levar a tua família para Holanda?

Trabalha na Holanda? Tomaste a decisão de mudar de país? A Holanda é realmente um ótimo país para viver e com muitas possibilidades. Portanto, se decidiste estabelecer-te e gostarias de levar a tua família contigo.Vamos explicar como. Primeiro de tudo, o principal...

Como obter um passaporte europeu?

Como obter um passaporte europeu?

A União Europeia não possui passaporte. É importante saber que o passaporte europeu está vinculado a cada país membro da UE. Obviamente, ter um passaporte de qualquer um dos estados-membros da comunidade dá-te o direito de viajar, residir e trabalhar em qualquer um...

o que fazer com o telefone se você trabalha no exterior

o que fazer com o telefone se você trabalha no exterior

Sempre que pensamos em viajar para o exterior, uma das grandes perguntas é o que acontece com o meu telefone? O celular se tornou o nosso grande parceiro e aliado. Da câmera à agenda, do entretenimento à comunicação. Ter dados disponíveis para estar online é...

Subscribe To Our Newsletter

You have Successfully Subscribed!

Pin It on Pinterest

Share This